sexta-feira, 11 de maio de 2007

Bravo, Corinthians

Em 8 de maio de 1949 ,no estádio do Pacaembu, o Corinthians entrou em campo para jogar contra a Portuguesa de Desportos.Até ai não havia novidade.Mas tudo era diferente. O alvinegro do Parque São Jorge estava com a camisa grená do Torino e começava a mais emocionante homenagem póstuma aos atingidos pela tragédia de Superga. Quatros dias antes,em 4 de maio de 1949, o Torino ,então base da seleção italiana, retornava de uma viagem de Lisboa onde tinha jogado contra o Benfica.Por causa de um denso nevoeiro ,já na descida,o avião chocou-se com a torre da Basílica de Superga. Foi uma tragédia sem igual. Ninguem se salvou. A Italia perdia o time de Mazzola,Rigamonti,Operto,Ossola e de outros tantos astros. A Europa toda ficou paralizada.O futebol do mundo ficou de luto. Ao Corinthians coube o papel de grandeza que produziu a mais singular homenagem ao grande time de Torino.Na partida contra a Lusa jogou com a camisa grena do Torino e destinou a renda do jogo a familia dos jogadores vitimas da tragédia na Itália.O presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians ,Maximiliano Ximenes,antes do jogo iniciar fez um discurso que provocou lágrimas na platéia. O Corinthians ,fundado por uma maioria de operários italianos e com tantos dirigentes "oriundi" como os ex-presidentes Miguel Bataglia,Alexandre Magnani e Guido Guiacominelli prestava a sua homenagem ao grande Torino. Isto tudo foi feito pela grandeza dos dirigentes do alvinegro de Parque São Jorge, que ,no ano anterior, havia sido o único clube brasileiro a derrotar os time do Torino em sua excursão pelo Brasil. Em campo o Corinthians venceu a Portuguesa por 2X0 ,mas sua vitória foi com a história.

3 comentários:

Valdemir disse...

Citadini,
Eu me lembro que vi este fato reproduzido em uma antiga Revista do Corinthians que retratava os jogos do clube. Achei muito bacana esta homenagem.
Esta revista eu vi na casa de meu avó (que fumava o cachimbo quando o time ganhava), mas quando ele faleceu, as revistas sumiram. Eu me lembro que aparecia até o foto do Otávio Muniz na contracapa. Você se lembra desta revista? Era em papel couchê.Se pudessemos publicar hoje...

Clovis disse...

Citadini. Desconhecia este fato, mas apesar de tanto tempo fiquei emocianado e enalteço este nobre gesto da direção corinthiana.

Z.E disse...

Parabens pelo resgate historico.Tambem veio a minha mente, quanado criançaa houve uma chuva forte em Sao Paulo, que inundou o ginasio da S:E Palmeiras, e o Corinthians, ofereceu aos socios de esta agremiaçao que iriam pagar como socios do Timao os ingressos para os bailes de carnaval.O Presidente do Corinthians naquela epoca era Vicente Matheus... ha uma expressao em espanhol que diz" Lo cortes, no quita lo valiente"